26 de maio de 2020 às 09:56

Dólar cai para abaixo de R$ 5,50 com melhor perspectiva política

A valorização do real também é impulsionada pelo cenário externo, pautado pelo otimismo com as reaberturas das principais economias do mundo.

Vídeo de reunião ministerial não assusta investidores, que esperavam efeitos mais negativos.

O dólar iniciou esta semana em trajetória de queda frente ao real, após a divulgação do vídeo da reunião ministerial do presidente Jair Bolsonaro, que se mostrou menos negativo do que o mercado vinha esperando. Às 15h40, o dólar comercial caía 1,9% e era vendido por 5,466 reais. O dólar turismo, com menor liquidez, recuava 1,9%, cotado a 5,77 reais.

“Estavam precificando algo pior. Não ficou nítida a interferência [de Bolsonaro para salvar seus familiares]”, disse Vanei Nagem, analista de câmbio da Terra Investimentos.

A valorização do real também é impulsionada pelo cenário externo, pautado pelo otimismo com as reaberturas das principais economias do mundo.

Na Europa, um dos continentes mais impactados pela pandemia do coronavírus covid-19, alguns países já se programam a retomada do turismo. A Espanha, quinto país com mais casos da doença registrados, deve voltar a receber turistas a partir de julho, na expectativa de tentar salvar parte da temporada de verão. Por lá, empresas de turismo chegaram a disparar na bolsa nesta segunda.

Já nos Estados Unidos, onde houve o maior número de infectados e mortos pela doença, todos os estados já iniciaram processos de reabertura, apesar dos temores sobre uma segunda onda de contaminação, principalmente em estados do sul do país.

“Sem muitas notícias no exterior, o otimismo com a reabertura da Europa e dos Estados Unidos deve continuar [ditando o ritmo dos mercados]”, afirmou Nagem. Segundo o analista, caso fique abaixo dos 5,50 reais, o dólar pode iniciar uma tendência de queda contra o real.

No exterior, a moeda americana também perde força contra o peso mexicano e a rúpia indiana. O índice Dxy, que mede o desempenho do dólar frente em relação a uma cesta com algumas das principais moedas do mundo, cai 0,1%.

Apesar do quadro positivo para o mercado de câmbio, é esperado menos negociações neste pregão, tendo em vista que hoje é feriado nos Estados Unidos (Memorial Day) e no estado de São Paulo, que adiantou o feriado estadual de 9 de julho pra esta segunda para tentar evitar a proliferação do vírus, que está em seu pico no Brasil.

Fonte: Exame