23 de abril de 2019 às 11:32

Gigantes da mineração conversam com Bamin sobre projeto em Caetité

-

O avanço nas obras de conclusão da Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol), o preço do minério de ferro e o cenário de quedas na produção e nas vendas da Vale previstos para este ano, após suspensões em diversas operações por motivos de segurança estão se refletindo em buscas de informações sobre o projeto da Bahia Mineração (Bamin), em Caetité. Além dos já sabidos contatos com empresas chinesas, a Bamin tem chamado a atenção de outros grandes players do setor, segundo informações de quem acompanha de perto o projeto da mina em Caetité. Uma das empresas interessadas era a própria Vale. Representantes da empresa, inclusive, estiveram em Caetite e percorreram todo o traçado da Fiol, segundo informações exclusivas que chegaram ao Farol Econômico. No caso da gigante da mineração brasileira, as conversas esfriaram após a tragédia em Brumadinho (MG), dias após a visita. Questionada a respeito do assunto, a Bamin respondeu através de sua assessoria de comunicação que tem recebido demonstrações de interesses de empresas, de diversas partes do mundo, mas que não pode comentar eventuais negociações em andamento por conta de cláusulas de confidencialidade. 

Ferrovia
O trecho da Fiol entre Caetité e Ilhéus está praticamente pronto e deve ser licitado até o final deste ano. A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) solicitou ao governo da Bahia informações adicionais a respeito da demanda, que, segundo informações, já foram encaminhadas. O estudo de viabilidade para o segundo trecho, entre Caetité e Água Boa, em Goias, também já foi encaminhado, entretanto, a expectativa é que esta etapa seja licitada mais adiante.

Fonte: Jornal Correio*