Caso não consiga ler este email, por favor clique aqui

Usuport nº 315   
 
01 de Nov de 2017  

BTS pode fazer uma revolução logística no Brasil

A Baía de Todos os Santos (BTS) completa nesta quarta-feira (1º) 516 anos. Pelas suas características, é o melhor sítio do país para as atividades naval e portuária, único no Brasil com capacidade de operar com eficiência hub terminals de contêiner com profundidade de 20 metros, oferece rapidez de entrada e saída de embarcações, exigindo poucas horas de praticagem e de rebocadores. É a “joia da coroa” da logística brasileira pouco explorada, embora abrigue os portos de Salvador e Aratu, os Terminais de Uso Privado (TUP’s) da Petrobras, Temadre e Terminal de Regaseificação, Ford, Dow, Gerdau e Dias Branco, a Base Naval de Aratu e os estaleiros de São Roque e Enseada. A Usuport criou e desenvolveu o projeto denominado Superporto de Salvador, capaz de abrigar dois terminais de contêiner concentradores de carga, podendo atingir facilmente 20 metros de profundidade. Este projeto irá revolucionar a logística brasileira, sobretudo, com um expressivo crescimento e barateamento da cabotagem. Venha conhecer no 13o Encontro Anual de Usuários, dia 29 de novembro.

 
  J.Macêdo inaugura sistema de descarregamento de grãos no Porto de Salvador  
 

A J.Macêdo, líder nacional em farinhas domésticas e misturas para bolo, inaugurou um novo sistema de descarregamento mecânico de grãos de navios no Moinho de Salvador (BA), no valor de 27,5 milhões de reais, dando continuidade a um ciclo de investimentos que deve se encerrar no fim de 2018. Na Bahia, o plano de expansão volta-se à ampliação do Moinho Salvador, incluindo a construção de seis novos silos para armazenagem de trigo e produção de farinha, e também contempla novas linhas de fabricação de massas e biscoitos em Simões Filho, na Grande Salvador.

 
  THC2 é pauta na Comissão de Viação e Transportes da Câmara  
 

Será realizada no próximo dia 9, na Comissão de Viação e Transportes da Câmara Federal,uma audiência pública que tem por objetivo esclarecer a cobrança da tarifa denominada THC2 (terminal handling charge em duplicidade), exigida pelos terminais de contêiner para separação e entrega de contêineres importados. Estarão presentes representantes da Abratec, ATP, Centronave, Usuport, Cade e Casa Civil.

 
  Governo quer devolver autonomia aos portos públicos  
 

O Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil encerrou as negociações com os representantes das autoridades portuárias para definir a portaria que vai devolver a autonomia sobre processos de licitação de áreas em portos públicos, entre outros processos hoje concentrados no governo federal. As autoridades serão classificadas em três níveis para que possam ser autorizadas pelo governo a realizar atos que hoje ficam concentrados no ministério e na Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq).

 
  EPL conclui estudos de nove terminais portuários  
 

A Empresa de Planejamento e Logística (EPL) finalizou os estudos de viabilidade técnica, econômica e ambiental (EVTEA) para nove terminais portuários qualificados no Programa de Parcerias de Investimentos (PPI) do governo federal. Localizados no Pará, essas instalações, que serão leiloadas, devem atrair mais de R$ 640 milhões em investimentos.

 
  MPF entra com ação para preservar patrimônio ferroviário em Minas  
 

O Ministério Público Federal em Divinópolis (MG) entrou com ação civil pública contra órgãos do governo federal e concessionária para que adotem medidas de proteção de estações ferroviárias na região Centro-Oeste do Estado. Na ação, o MPF exige que Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes), ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres), Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional) e a concessionária Ferrovia Centro Atlântica façam levantamento de todosos imóveis ferroviários que possuam relevância histórica e cultural. Também pede que a justiça obrigue os órgãos a realizar manutenções das estações ferroviárias e imóveis.

 
  Câmara discute marco regulatório do transporte rodoviário de cargas  
 

O presidente da Comissão Especial da Câmara que analisa o Projeto de Lei no4.860/2016sobre o Marco Regulatório do Transporte Rodoviário de Cargas, deputado Toninho Wandscheer (PROS), reuniu parte do colegiado, na última quinta-feira (26), para entrega do parecer do relator, deputado Nelson Marquezelli, Para o relator, sem o destravamento dos gargalos logísticos é consenso que a economia brasileira não logrará crescimento sustentável e a geração de emprego e renda ficará seriamente comprometida. A partir do próximo dia 30, a Comissão abre prazo de 5 sessões para recebimento de emendas. Também está marcada uma nova reunião ordinária no dia 22 de novembro para deliberar sobre o projeto.

 
  Comércio exterior baiano tem bom crescimento no ano  
 

Ao se comparar a movimentação de cargas do comércio exterior baiano, no acumulado do ano corrente (até setembro) com o de 2016, verifica-se um crescimento de 7%, com um total, em 2017, de 16 milhões de toneladas. Houve um aumento de 9% na movimentação de cargas soltas e granéis e queda de 4% nas cargas conteinerizadas. As exportações registraram um incremento de 15%, enquanto as importações tiveram uma queda de 1%. Confira relatório completo.

 
 

 

 
Avenida da França, 164 - s/ 309, 40010-000 - Salvador - Bahia   Telefax:(71) 3241-7337 usuport@usuport.org.br
www.usuport.org.br
Não responda este e-mail. Qualquer dúvida entre em contato conosco através de nosso website.