Caso não consiga ler este email, por favor clique aqui

Usuport nº 312   
 
18 de Set de 2017  

Já estão abertas as inscrições para o 13º EAU

A Usuport realiza dia 29 de novembro, no auditório da Federação das Indústrias do Estado da Bahia, em Salvador, a 13ª edição do Encontro Anual de Usuários (EAU). As inscrições são gratuitas e podem ser feitas clicando aqui. Qualquer dúvida pode ser tirada pelo e-mail usuport@usuport.org.br ou através do telefone (71) 3241-7337. Como palestrantes convidados, já estão confirmadas as presenças de Adalberto Santos de Vasconcelos, secretário Especial da Secretaria do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI) da Presidência da República, e Jairo Misson Cordeiro, diretor da Secretaria de Fiscalização de Infraestrutura Portuária, Hídrica e Ferroviária do Tribunal de Contas da União. A Usuport também fará um balanço do ano que se encerrará e avaliará as perspectivas do setor para 2018.

 
  THC2 será discutida em audiência pública na Câmara  
 

A Comissão de Viação e Transportes da Câmara vai debater em audiência pública na próxima quinta-feira (21), às 10h, o tema "Esclarecimentos sobre a tarifa portuária THC2 - Terminal Handling Charge", cobrada em duplicidade, conforme Requerimento dos Deputados Alexandre Valle (PR/RJ) e Wilson Beserra (PMDB/RJ).

 
  Alfândega no Porto de Salvador tem novo titular  
 

Toma posse nesta segunda-feira (18) o novo Inspetor-Chefeda Alfândega do Porto de Salvador, Fernando Antonio Matos de Oliveira, em substituição a Luciano Freitas Maciel. A portaria de nomeação foi publicada pela Secretaria da Receita Federal do Brasil, no Diário Oficial da União do último dia 6.

 
  Direito de usuários aguarda votação diretoria na Antaq  
 

Segundo informação da Agência Infra, aguardada há mais de dois anos, a proposta de resolução da Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq) para regular os direitos e deveres de usuários de empresas de navegação, ainda vai levar tempo para entrar em vigor. O relator da matéria, diretor Mário Povia, colocou a nova minuta de resolução em votação na última reunião da agência, em 31 de agosto, mas o diretor-geral, Adalberto Tokarski, pediu vista da matéria e na reunião seguinte, ela não foi votada. A agência colocou a resolução em consulta pública após pressões de usuários relatando problemas com as empresas de navegação, como descumprimento de locais de entregas e cobranças abusivas. A minuta sofreu críticas de associações do setor e foram contabilizadas quase mil contribuições de mudanças, um número considerado muito elevado

 
  Sergipe movimenta contêineres  
 

O Terminal Marítimo Inácio Barbosa, localizado no município sergipano da Barra dos Coqueiros, começou a operar com a movimentação de contêineres. Nessa primeira fase foram recebidos 25 contêineres, mas o pátio atual tem capacidade para estocar até 400, podendo ser ampliado. Um segundo pátio já está sendo projetado e vai movimentar mais de 400 contêineres por dia de trabalho. Desde 2014, o terminal portuário de Sergipe é administrado pela empresa VLI.

 
  Maior porto da AL não pode receber grandes navios  
 

Devido à falta de dragagem, as exportações de café e açúcar do Brasil vêm se acumulando no porto de Santos, o mais movimentado da América Latina, e as importações estão diminuindo. Os navios que transportam contêineres não podem navegar completamente cheios pelo canal do porto, sob risco de encalhar. Segundo estimativa da Centronave, associação das empresas de navegação, o setor de transporte marítimo perdeu R$ 325,5 milhões (US$ 105 milhões) em receitas nas três primeiras semanas de julho, quando a profundidade do canal atingiu seu ponto mais raso.

 
  Governo vai editar MP que estende prazo de concessão de rodovias  
 

Segundo declaração do ministro de Transportes, Portos e Aviação Civil, Maurício Quintella, o governo federal deve publicar até o fim desta semana uma Medida Provisória com mudanças nas condições contratuais das concessões de rodovias licitadas durante a gestão de Dilma Rousseff, aumentando de cinco para até 14 anos o prazo para duplicação dos trechos. Segundo o ministro, as concessionárias que aceitarem terão seus contratos reequilibrados individualmente pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), o que pode levar a compensações aos usuários, como a redução de tarifas de pedágio.

 
  Colheita recorde de quase 240 milhões de toneladas de grãos  
 

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) estima uma colheita de 238,7 milhões de toneladas de grãos para a safra 2016/17, número que representa um crescimento de 27,9% em relação a 2015/2016. A área plantada também aumentou em 4,4%, chegando a 60,9 milhões de hectares. Apesar da alta produção, o país ainda tem limitações para o escoamento da safra, com os gargalos dos portos, falta de rodovias e ferrovias, o que resulta em alto custo do frete.

 
  Estudo da CNM aponta 8,2 mil obras paradas no Brasil  
 

A Confederação Nacional de Municípios (CNM) divulgou que 8,2 mil obras estão paralisadas em cidades de todo o Brasil e 11,2 mil deveriam estar em andamento, mas não foram iniciadas. Os dados fazem parte do estudo técnico Obras Paradas: Cruzamento de Base de Dados de Contratos de Repasse (Caixa Econômica Federal) e Restos a Pagar (Sistema Integrado de Administração Financeira do Governo Federal). As cidades do Estado de São Paulo lideram o ranking das obras paralisadas (1.137), seguido por Rio Grande do Sul (946) e Minas Gerais (920). Com o intuito de auxiliar na gestão municipalista, a análise identificou que um dos principais motivos para a paralisação e adiamento de início das construções se deve ao orçamento da União, que era previsto em R$ 32 bilhões para os municípios neste ano, porém teve apenas 25% repassado, o equivalente a R$ 7,3 bilhões. Confira aqui o estudo com 277 páginas e a relação de obras paradas.

 
  Comércio exterior da Bahia tem aumento de 7% no acumulado do ano  
 

Ao se comparar o acumulado do ano corrente com o do ano de 2016, o resultado do comércio exterior baiano mostra que houve um crescimento de 7% na movimentação de cargas, com um total de 14,4 milhões de toneladas este ano. Enquanto houve crescimento de 9% na movimentação de cargas soltas e a granéis, a movimentação de cargas conteinerizadas caiu 6%, o que mostra a fragilidade de produtos com maior valor agregado, ou seja, o que impulsiona as exportações baianas é a soja. Confira relatório completo.

 
 

 

 
Avenida da França, 164 - s/ 309, 40010-000 - Salvador - Bahia   Telefax:(71) 3241-7337 usuport@usuport.org.br
www.usuport.org.br
Não responda este e-mail. Qualquer dúvida entre em contato conosco através de nosso website.