06.12.2010

Indicadores da Usuport mostram barreiras à competitividade da Bahia

Durante o 6º EAU, realizado na segunda-feira (6), em Salvador, a Usuport apresentou indicadores oficiais que demonstram as barreiras de infraestrutura portuária à competitividade das empresas baianas. Os estudos mostram, por exemplo, que 49% do comércio exterior da Bahia não dispõem de serviço marítimo direto; a espera de atracação de navios, em 2010, é estimada em mais de 1.500 dias, quando dever

Durante o 6º EAU, realizado na segunda-feira (6), em Salvador, a Usuport apresentou indicadores oficiais que demonstram as barreiras de infraestrutura portuária à competitividade das empresas baianas. Os estudos mostram, por exemplo, que 49% do comércio exterior da Bahia não dispõem de serviço marítimo direto; a espera de atracação de navios, em 2010, é estimada em mais de 1.500 dias, quando deveria ser zero. O ?custo Bahia? que as empresas pagam adicionalmente, por não terem infraestrutura e serviços portuários adequados é estimado em R$358 milhões.

Apresentações:

Usuport - Paulo Villa

Ministério dos Transportes - Paulo Sérgio Passos

Ferrovia Centro Atlântica (FCA) - Fabiano Lorenzi

Discurso: 

Presidente da Usuport, Marco Martins

 

Programação do Encontro

 

Local do Evento: FIEB